Como criar uma Nova Partitura

Postado em: 6 de janeiro de 2017 | Sem avaliação

Download PDF

Abra o Sibelius

Você está agora na Janela de Início Rápido do Sibelius (Figura 1). Nela estão localizadas as várias guias de início rápido onde é possível abrir partituras já criadas, criar arranjos a partir de modelos prontos, importar arquivos, criar novos, etc.

Caso esta tela não apareça e o programa já abra diretamente na parte de edição, pressione Ctrl+N no seu teclado.
 
Figura 1 – janela de início rápido
Figura 1 – janela de início rápido

 

Clique na guia “Nova partitura”

Nesta nova tela aberta você deverá escolher como quer criar sua nova partitura: se utilizará um modelo existente, ou criará a partir de uma partitura em branco. Caso queira optar por um dos modelos prontos, basta selecioná-lo e clicar no botão “Criar”.

Caso contrário, selecione a primeira opção: “Em branco”. Esta opção abrirá a tela Configurar Documento (Figura 2). Nesta nova tela você deve escolher as configurações do lado direito, enquanto o resultado será mostrado numa prévia que aparece do lado esquerdo.

 
Figura 2 – configurar documento
Figura 2 – configurar documento

 
O nº 1 na figura acima marca o local onde é possível selecionar o tamanho da página baseado no tipo de papel que será utilizado para impressão. Também se pode selecionar a orientação do papel: opções RETRATO (folha na vertical) ou PAISAGEM (folha na horizontal).

Somente será possível prosseguir se você inserir ao menos um instrumento na partitura.

 

Clique no botão “Alterar instrumentos…”

(Figura 2, nº 2)
Será exibida uma lista de instrumentos separados em diversas categorias. Selecione o instrumento que interessa, e clique no botão “Adicionar à partitura”.

Repita esse procedimento até adicionar todos os instrumentos necessários. Ao terminar, clique no botão “OK” para voltar à janela Configurar documento. As demais opções já deverão estar disponíveis.

 

Escolha uma fórmula de compasso para sua partitura

Clique sobre a fórmula desejada (Figura 2, nº 3), ou use a opção “Outro…” se não encontrar a fórmula desejada.

Use a barra de rolagem (Figura 2, nº 4) para descer e visualizar as demais opções.

 

Informe se a partitura inicia-se com uma anacruse

Se for o caso, marque a opção (Figura 3, nº 5) e informe qual a figura de tempo que corresponde à anacruse desejada.

 
Figura 3 – anacruses, andamento e claves
Figura 3 – anacruses, andamento e claves

 

Informe o andamento rítmico da partitura

Digite o texto que aparecerá na partitura junto com o tempo do metrônomo (Figura 3, nº 6). Marque a opção “Marca do metrônomo” e em seguida escolha a figura de tempo correspondente ao número de batidas por minuto, que deve ser digitado logo depois.

 

Escolha a armadura de clave

Clique na caixa de seleção (Figura 3, nº 7) para escolher que tipo de claves quer visualizar. Em seguida escolha a armadura de clave adequada clicando sobre ela.

Desça mais uma vez a barra de rolagem (destacada em azul na Figura 3) para visualizar o restante das opções.

 

Informe os detalhes da partitura

Digite nos campos específicos as informações sobre Título, Autor/Compositor, Letrista, Direitos autorais e Outros detalhes.

 
Figura 4 – informações da partitura
Figura 4 – informações da partitura

 
Marque a opção “Criar página de título” caso deseje criá-la (Figura 4, nº 8).
Finalmente clique no botão “Criar” (Figura 4, n° 9) e o Sibelius abrirá sua partitura pronta para edição.

 

Pronto! Não se esqueça de salvar a partitura para evitar perdê-la acidentalmente.

DÚVIDAS, CRÍTICAS E SUGESTÕES NOS COMENTÁRIOS.
POR JOÉLITON ARAÚJO

Classificação

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *