Sessão homenageia os 25 anos da Banda de Música do Corpo de Bombeiros

1
106

Sessão Solene foi realizada, nesta quarta-feira (26), em homenagem ao aniversário de 25 anos da Banda do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará. A solenidade foi proposta pelo presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Antônio Henrique (PDT), através do requerimento 2368/2019, aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa Legislativa. A sessão foi presidida pelo vereador Antônio Henrique.

A mesa de honra foi composta pelas seguintes autoridades: coronel Cleiton Bastos Bezerra, comandante-geral adjunto do Corpo de Bombeiros; coronel João Porto Pinheiro, ex-comandante do Corpo de Bombeiros e fundador da Banda; João Vasconcelos, ex-comandante do Corpo de Bombeiros e diretor-geral do SAMU; tenente-coronel Oliveira, representando o coronel Andrade, chefe da Casa Militar do Ceará; maestros da banda, tenente-coronel José Márcio Gleidson Mendonça e tenente-coronel Walter Célio e o vereador Sargento Reginauro. Hino Nacional foi entoado pelo coral da terceira idade “Chamas da alegria” do Corpo de Bombeiros.

Em sua saudação aos presentes, o presidente Antônio Henrique disse sentir-se honrado por fazer a justa homenagem a uma instituição que tem se representado importante instrumento de cultura em 25 anos e existência. “Quando me preparava essa solenidade pensava no papel do Corpo de Bombeiros. Sinto imenso orgulho, pois exercem suas missões para salvar outras vidas. Lidam com perigos reais e salvam pessoas em momentos que parecem sem soluções. E isso acontece muitas vezes no anonimato”, pontuou.

Antônio Henrique ressaltou a importância da banda de música. “Ela tem uma missão também salvadora, como outras realizadas por esses profissionais. Através da música, o jovem Davi acalmou o espírito perturbado do grande guerreiro e Rei Saul. A música é vida, leva melodia para os diferentes lugares. Leva cultura, vida, paz e harmonia. Esse trabalho não se limita apenas aos integrantes da banda. Há um trabalho social, que tem à frente o tenente-coronel Mendonça. Crianças e adolescentes tem contato com instrumentos e a formação musical. Mais uma vez trata-se de um grande trabalho de salvamento. São vidas de crianças e adolescentes que são salvas de muitas situações de vulnerabilidade social aos quais são expostas diariamente” ressaltou.

Frisou, ainda, esperar que esse trabalho possa ser expandido e atingir mais pessoas e que a música possa ser usada como instrumento de paz e celebração. “Ao entoar os hinos nacional, estadual e de Fortaleza a banda enche nosso peito de orgulho por nossa história. Que entoem músicas que nos sirvam de memórias pelas muitas lutas vividas. Quero parabenizar a todos que fazem essa vitoriosa banda e o comandante Luís Eduardo Soares de Holanda, o comandante da banda José Márcio e todos os mu sicos que passaram por ela e os que hoje a compõem. A Câmara reconhece essa história e homenageia a banda por seus 25 anos. Parabéns e muito obrigado por estarem aqui para receber essa homenagem, feita não só por mim, mas por todos os vereadores que compõem essa casa,” asseverou o presidente.

Logo em seguida aconteceu a entrega de placas comemorativas em homenagens aos 25 anos da Banda do Corpo de Bombeiros aos seguintes militares: coronel geral adjunto Cleiton Marques Bezerra; Major BM QO João Vasconcelos Sousa; Coronel QO BM João Porto Pinheiro; tenente-coronel QOBM José Márcio Gleidson Leite de Mendonça; tenente-coronel QOCBM Walter Célio Lima de Oliveira; tenente-coronel QOCBM, Joilton Moura de Menezes; tenente QOABM Carlos Herbert Mendes de Mesquita; tenente QOABM Erivaldo de Almeira Silva; subtenente Francisco José de Oliveira da Silva; subtenente Francisco Mairon Freitas Guerra e sargento Argemiro Correia Neto.

Após as homenagens falou o coronel Porto Pinheiro, ex-comandante do Corpo de Bombeiros e fundador da Banda de Música. “Gostaria de saudar todos os presentes. Quando fui chamado para comandar o Corpo de Bombeiros estava na reserva e já trabalhava como civil. Fui convidado pelo governador Ciro Gomes. Aceitei, mas pedi carta branca para fazer as medidas para estruturar a corporação que tinha sido separada da Polícia Militar. Criamos o Quadro de Médicos do Corpo de Bombeiros, colocamos um padre, fizemos várias reformas, reestruturamos a Academia dos Sargentos no José Walter. E junto com o Governador pensamos na criação dessa banda e de projetos adjuntos para dar oportunidades a juventude. Estou feliz porque sempre terá em mim essa chama que é essa banda e aquela casa vermelha que sempre ficará no meu coração”, observou.

Em seguida, falou o vereador Sargento Reginauro que saudou todos os presentes e em especial, “as meninas do coral”, que fazem parte do maior projeto de atenção a terceira idade da América Latina – O Saúde, Bombeiros e Sociedade. “Devo tudo que tenho na minha vida a essa instituição. Hoje estou nessa Casa defendendo os interesses dessa corporação. Agradeço o presidente Antônio Henrique por essa homenagem. Parabéns a nossa corporação pela Banda. As vezes as pessoas pensam que a banda não é formada por bombeiros, mas é sim. Uma vez estava na Praia do Futuro ao lado de um músico de banda e salvamos três pessoas que estavam se afogando. É essa pegada, essa garra que faz nossa instituição diferenciada. O último efetivo da banda foi selecionado no concurso de 1995, e hoje recebi com grata satisfação, a informação de que no próximo concurso será feita a velha peneira pra trazer novos integrantes para a banda, que não pode morrer. Em nome da cultura militar, em nome do brilhantismo dessa banda, que todos nós trabalhemos por ela. Que Deus abençoe nossa banda hoje e sempre”, comentou.

O comandante-geral adjunto do Corpo de Bombeiros, coronel Cleiton Bastos falou em seguida destacando sua imensa alegria de se pronunciar aos seus subordinados e amigos quem compõem a Banda dos Bombeiros Militar. “É notório os óbices enfrentados, afinal quem não os têm. Talvez não tenham vivido alguns momentos cruciais. O maior foi a extinção do quadro de músicos. Hoje todos os integrantes da Banda são bombeiros, não tivemos a renovação de profissionais. É uma missão nossa de todos que fazem o Corpo de Bombeiros, de revitalizar essa unidade. Fizemos alguns acertos e a revitalização acontecerá não por concurso, mas captação de artistas que certamente estarão inseridos no meio dessas turmas que estão por vir”, disse.

Em seguida, os músicos que fazem parte da Banda do Corpo de Bombeiros foram homenageados com comendas Mérito Bombeiro Militar, Bombeiro Padrão, Desembargador Moreira e Bombeiro Padrão do Comando da Corporação.

A Banda de Música

No início de 1994, em resposta aos anseios da Corporação, o comandante-geral, coronel João Porto Pinheiro, solicitou ao governador do Estado, Ciro Ferreira Gomes, autorização para criar a Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, sob o argumento de que, com a separação do Corpo de Bombeiros da Polícia, tornava-se indispensável a criação de uma banda própria, demonstrando a influência e primazia para a corporação e o Estado a adoção dessa medida.

Concedida a permissão, o comandante ordenou ao Chefe da 3ª Seção do Estado-Maior, major João Vasconcelos de Sousa, que tomasse as medidas cabíveis para a publicação do edital do concurso, abrindo inicialmente duas vagas para oficiais músicos e, a seguir, 27 para praças músicos. Após a criação da banda em julho de 1994, ficou evidenciado que as apresentações não seriam feitas somente nas casernas. A alegria e o brilhantismo da banda logo a tornariam a mais requisitada do Ceará, tanto que apenas um ano já se registrada mais de mil apresentações.

Com repertório variado na rica tradição da música brasileira, além de dobrados e canções folclóricas, a banda guarda em seu repertorio a essência da música que está no nosso dia a dia, estimulando o nacionalismo. Mesmo com tamanha relevância tem ocorrido um diminuir das bandas no país, Aqui no Ceará há um sentido inverso, tanto que diversos componentes dessa banda fizeram voos maiores. É considerada patrimônio cultural do Estado, através da lei 16.472, sancionada pelo governador Camilo Santana.

Fonte: Câmara Municipal de Fortaleza

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns a corporação do corpo de bombeiros do Ceará por esse belíssimo trabalho 25 anos de história na música, que Deus abençoe a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here